Um novo começo + Look do dia

  • quarta-feira, janeiro 11, 2017
  • By Kate Mostachi
  • 0 Comments

Fala galeraaaa!!! Tudo certo??

Ano novo, vida nova. Estive meio que de férias aqui do blog nesses últimos dias, renovando as energias para que esse ano tudo corra muito bem e planejado aqui no blog! Os primeiros dias de um novo ano sempre me dão aquela sensação de renovação e mudança. Tenho vontade de mudança, quero tudo novo. Tenho várias metas que pretendo cumprir, e espero realmente conseguir!


Mas os velhos hábitos sempre continuam. Promessas que não cumprirei ao decorrer do ano são feitas, alguns post que começo a escrever, nunca serão terminados... São coisas que quero muito que mude. Coisas que dependem de mim. Mas também são coisas que fazem parte de mim. Podemos mudar as vezes, mas nem sempre mudamos por inteiro. Acho que tem um pouco haver com a nossa essência talvez. Quem sabe.


Queria fazer deste post de hoje uma simples reflexão. Talvez um reflexão para mim mesmo. Eu tenho a mania de ficar me cobrando o tempo todo, de não conseguir relaxar. Sempre preciso estar fazendo algo que seja no mínimo produtivo, e que vá me ajudar a não procrastinar. Entro em crises  por causa disso. E isso não é nem um pouco saudável, ainda mais para uma pessoa como eu, que sofre de ansiedade.



Preciso muito aprender a relaxar, e me acalmar. Saber que as coisas não vão explodir ou desabar, se eu parar um pouquinho pra descansar. Tenho certeza que muitos de vocês passam por isso, pois afinal, ser ansioso é a dura realidade da nossa sociedade de hoje. Tudo tem que ser muito rápido. Tudo depende de prazos. 


Essa pressão toda me deixa sem criatividade, e acabo tendo bloqueios constantes, seja na escrita ou nas ilustrações. Quando me encontro nessas situações busco livros para ler, filmes e seriados para assistir. Coisas que exercitem a mente sabe? Quando não tem jeito, simplesmente deito na cama e escuto uma boa música, que me relaxe. O ócio criativo é muito importante para que as coisas funcionem corretamente na mente de quem trabalha ou mexe com criação.


No final, sempre acabo percebendo que não vale à pena viver na correria. Deixamos de aproveitar e viver muitas coisas quando estamos presos ao tempo. Temos que ter a consciência de que não adianta corrermos para que tudo seja perfeito, e que tudo seja produtivo, se no final não estaremos de fato felizes com aquilo. Aproveitar a vida é o mais importante. E de nada adianta nosso esforço se não nos sentirmos bem com nós mesmos.



Eu visto:
Vestido: Forever 21
Blusinha: Riachuelo
Melissa Flox: Clube Melissa Londrina



Beijos e até o próximo post! 
















You Might Also Like

0 comentários