TOP LIST K8 : 8 coisas que fazia quando era criança

quarta-feira, outubro 12, 2016

Hey peoples!


Hoje é dia das crianças!!! Parabéeeeenss pra todo mundo que ainda preserva sua criança interior! Êeeeeee!!! Hahaha E pra comemorar este dia, trouxe aqui uma lista com 8 coisas que eu fazia quando era criança, e achava que ninguém mais fazia. Algumas são traquinagens, outras apenas curiosidades. Bora conferir minha lista!

# 1. Eu andava no meio fio e fingia que estava em um lugar muito alto, tipo um prédio de 20 andares, ou uma corda bamba, daquelas de circo, ou ainda num precipício. E ainda morria de medo de cair.

# 2. Eu fazia uma aposta comigo mesma, super ameaçadora do tipo "tenho que chegar naquele poste antes daquele carro, se não eu vou morrer". Já fizeram isso? Eu tinha medo de falar isso pros adultos, vai que me taxavam de louca. Fiquei mais tranquila quando descobri que uma amiga minha também fazia isso.



# 3. Eu abria os pacotes de bolacha recheada, comia todos os recheios, guardava a bolacha seca de volta no pacote e colocava o pacote de volta no armário. Meus irmãos ficavam putos com isso. Mas eu sempre me escondia depois.


# 4. Morria de medo do escuro e podia tá o calor que fosse, eu dormia enrolada nas cobertas, pois era como se as cobertas fossem um escudo mágico pra mim, ali embaixo eu estaria segura.


# 5. Tinha uma psicina de plástico em casa, dessas de mil litros, e toda vez que enxiam ela, eu brincava de "Titanic", onde o navio estava afundando e eu tinha que escapar. Quem nunca? Brincadeiras problemáticas a gente vê por aqui.

# 6. Eu mexia no vídeo-game (Super Nintendo) do meu irmão escondido, enquanto ele estava no trabalho. Ficava a tarde toda jogando Super Mário. E antes dele chegar ia correndo desligar tudo e guardar de novo. Se ele perguntasse quem mexeu nas coisas dele, falava que tinha sido minha irmã, pra limpar.



# 7. Eu queria voar, e tentava realizar esse feito pulando de cima das coisas. Uma vez minha mãe estava na calçada conversando com uma vizinha, e eu estava na árvore. Aí eu resolvi que seria uma boa ideia pular de lá, vai que eu conseguia voar. Acabei caindo no colo da minha mãe, que levou um baita susto. Eu não estava muio alto, não daria pra se machucar, pelo menos acho que não. Mas minha mãe não gostou nem um pouco e eu levei uns tapas. 


# 8. Gostava muito de ver desenhos da Disney. O meu preferido era (e ainda é) Alice no País das Maravilhas. Toda semana pedia pra locarem a fita de vídeo (ô nostalgiaaa!). Até que me deram uma de presente. Cheguei a ver a animação  5 vezes no mesmo dia, e algumas delas foram seguidas! Eu queria ir pro País das Maravilhas, e ficava tentando decorar como chegar lá. O máximo que consegui, foi decorar as falas das personagens e a trilha sonora. 


E mais algumas particularidades da minha infância...

Eu fui uma criança muito influenciada pelo mundo Disney, e confesso que ainda amo de paixão. Descobri muito cedo também o mundo da leitura e dos contos de fadas, por isso tinha uma imaginação fértil. Ganhei minha primeira coleção de livros, a primeira Box com a coletânea de contos infantis quando eu tinha apenas 3 anos e nem sabia ler. Pedia pra alguém ler pra mim sempre. E de tanta vontade de ler, acabei aprendendo antes das outras crianças da pré-escola. Eu era um prodígio. HAHAHAHAHA.

Eu não tinha muitos amigos quando criança, e sempre estava brincando sozinha. Por isso também me interessei desde pequena pelo mundo dos games. Me fascinava poder entrar em mundos diferentes pela televisão. Me fascina até hoje. Além de Super Mário Bros, jogava muito também Donkey Kong e Sônic. Sempre fui apaixonada por jogos de plataforma.


Lembro também que queria ser cantora quando crescesse. Costumava vestir as roupas da minha mãe, colocar o disco (Disco!) Sandy & Júnior e ficava fingindo que eu era a Sandy. Isso quando não fazia a Spice Girl na frente do espelho. Mas isso foi mais à frente. Bons tempos aqueles. Hahahaha



E eu aprendi a desenhar por esforço e parte da imaginação. Meus irmãos mais velhos sabiam desenhar, só eu e minha irmã não sabíamos, eu devia ter uns 6 anos na época. Eu vivia pedindo pra eles fazerem desenhos pra eu pintar, mas eles nunca faziam. Pedia pra minha irmã, ela só sabia desenhar bonequinhos de palito. Aí, um dia eu resolvi colocar roupas nos bonequinhos de palito. E deu certo. E assim eu comecei a desenhar. Depois fui pegando os desenhos do meu irmão e copiando... e assim meus desenhos foram evoluindo. 

Enfim, fiquei super nostálgica com esse post. Muitas saudades da infância e de coisas que não voltam mais. Talvez por isso eu continue preservando a minha criança interior. Posso ser uma mulher na aparência, mas meus sonhos e devaneios de menininha ainda estão super presentes aqui. 

Espero que tenham gostado do post! Um Feliz dia das Crianças!
Bjo e até o próximo post!

See ya!



You Might Also Like

0 comentários

Comente com o Facebook:

Instagram

Popular Posts

Pinterest

Like us on Facebook